Efeitos da radioterapia na pele
11/04/2015

Efeitos da radioterapia na pele

A radioterapia é um importante método de tratamento contra o câncer e é cada vez maior o número de pessoas que se curam com este tratamento.

A radioterapia é um importante método de tratamento contra o câncer e é cada vez maior o número de pessoas que se curam com este tratamento que utiliza radiação para destruir as células tumorais. Nem sempre é possível obter a cura pela radioterapia, porém este tratamento ajuda na melhoria da qualidade de vida do paciente.

Como qualquer outro tratamento, a radioterapia também tem seus efeitos adversos podendo provocar alguns sintomas, como febre, cansaço e fadiga. Porém é na pele que se manifestam os mais perceptíveis efeitos colaterais, que hoje em dia com o avanço da tecnologia já podem ser minimizados.

As reações da pele durante a radioterapia

Durante as aplicações, você deve ter bastante cuidado com a pele na área tratada. Ela poderá ficar vermelha, irritada, queimada ou bronzeada, tornando-se seca e escamosa. Pode também provocar coceiras. Normalmente, estas reações desaparecem algumas semanas após o término do tratamento. A pele de cada pessoa reage de maneira diferente. Portanto, é importante que você informe ao seu médico, durante as consultas de revisão, qualquer das seguintes situações:

  • Febre igual ou acima de 38°C;
  • Dores;
  • Assaduras e bolhas;
  • Secreção na pele.

A pele da área que está recebendo o tratamento pode ficar avermelhada e sensível, semelhante à queimadura por sol, ou até mesmo apresentar pequenos ferimentos, reações chamadas de radiodermite, ou seja, lesões na pele após a exposição à radiação.

Dores, assaduras e secreções são outros efeitos que podem ocorrer. A resposta que o paciente dá varia de acordo com as substâncias e taxas de radiação aplicadas, além da individualidade do organismo. Se o paciente apresentar alguma reação é fundamental que avise seu médico imediatamente para que os cuidados corretos sejam feitos e os sintomas amenizados.

As peles com tatuagens não têm problema algum durante o tratamento, o que pode ocorrer eventualmente é a deformação do desenho, porém isto não interfere em nada no tratamento e a tatuagem pode ser refeita ou retocada pelo menos 3 meses depois do término da radioterapia caso não haja sinais de radiodermite.

Recomendações importantes para o cuidado da pele durante e após a radioterapia

  • Limpe a pele diariamente com água morna e sabonete;
  • Não use cremes ou qualquer outra substância na área em tratamento;
  • Não use produtos que contenham álcool e perfumes;
  • Só utilize curativos na pele com a orientação médica;
  • Evite bolsas de água quente ou gelo, saunas, banhos quentes;
  • Use protetor filtro solar e proteja a pele com roupas;
  • Evite exposições ao sol por cerca de um ano após o término e durante o tratamento;
  • Prefira roupas de algodão;
  • Não use tecidos sintéticos;
  • Evite usar roupas apertadas;
  • Trate a pele exposta a Radiação com cuidados extras.

Referências:

http://www.accamargo.org.br/saude-prevencao/artigos/os-efeitos-da-radioterapia-na-pele/165/

http://centrodeoncologia.com/noticias/informacoes-para-pacientes/tratamentos/efeitos-colaterais-da-radioterapia/

http://www.ibcc.org.br/duvida/tratamentos/radioterapia/4/43/

http://www.inca.gov.br/conteudo_view.asp?ID=100

http://www.thelancet.com/journals/laneur/article/PIIS1474-4422(09)70205-4/fulltext?rss=yes