Entenda tudo sobre a cirurgia de câncer de ovário
09/07/2018

Entenda tudo sobre a cirurgia de câncer de ovário

O câncer de ovário é uma doença que atinge mais de 6 mil mulheres por ano, causado por mutações genéticas, que alterando as características das células, formam tumores no local. Apesar de raramente ser diagnosticado em estágio inicial, o câncer de ovário tem chances de cura, sendo a cirurgia de retirada do(s) ovário(s) o tratamento […]

O câncer de ovário é uma doença que atinge mais de 6 mil mulheres por ano, causado por mutações genéticas, que alterando as características das células, formam tumores no local. Apesar de raramente ser diagnosticado em estágio inicial, o câncer de ovário tem chances de cura, sendo a cirurgia de retirada do(s) ovário(s) o tratamento mais eficaz e definitivo para esse tipo de câncer. As vezes a cirurgia pode fazer parte do estadiamento da doença (entenda o que é estadiamento).

 

Quais são os tipos de cirurgia?

Há diversos tipos de operações para retirar o tumor, como:

  • Remoção de um dos ovários

Quando o câncer ainda está em estágio inicial, o médico recomenda a remoção do ovário afetado e a trompa de falópio. Após a cirurgia, você ainda poderá ter filhos.

  • Retirada de ambos os ovários

Se o câncer estiver presente nos dois ovários, o médico irá retirar ambos e as trompas de falópio. O procedimento manterá o útero, permitindo que você fique grávida por meio de inseminação artificial.

  • Remoção dos ovários e do útero

Caso o câncer comece a se espalhar, será necessário remover os ovários, o útero e os gânglios linfáticos. Neste tipo de cirurgia, a capacidade de reprodução é afetada; impossibilitando-a de ter filhos após o procedimento.

  • Cirurgia de câncer avançado

Este procedimento é recomendado nos casos em que a doença já se espalhou pelo corpo e está em estágio avançado. O cirurgião irá retirar os órgãos afetados pela cirurgia, ou parte deles (fígado, baço, intestino, etc). 

 

Como saber se preciso operar?

A necessidade de procedimento cirúrgico irá depender da gravidade do câncer. O primeiro passo é diagnosticar o estágio da doença. Uma vez identificado o estágio, o médico vai aconselhar a realização de procedimento cirúrgico, que pode ir desde a retirada de um ovário até a cirurgia no abdome para visualizar todos os órgãos e retirar o que já estiver comprometido pela doença, em casos mais graves. Para as mulheres em idade fértil, com doença em estágio inicial, é possível, em alguns casos,  tratar a doença sem a remoção de ambos os ovários e do útero.

 

Qual tipo de médico devo procurar?

Para aumentar as chances de cura, você deve buscar médicos especializados na área, como um cirurgião oncológico especialista. Ele irá solicitar os exames necessários para a identificação do tumor. Com um profissional da área, será mais fácil de reverter o quadro da doença.

 Conteúdos relacionados

Referências