Gravidez depois dos 35 anos requer atenção
05/06/2017

Gravidez depois dos 35 anos requer atenção

É cada vez maior o número de mulheres que decidem engravidar depois dos 35 anos. Hoje em dia, estar nessa faixa etária não impede ter uma gestação saudável. Mas, se você planeja engravidar nesse período da sua vida, precisará ter uma atenção especial com a sua gestação, pois os riscos de complicações para a mãe […]

É cada vez maior o número de mulheres que decidem engravidar depois dos 35 anos. Hoje em dia, estar nessa faixa etária não impede ter uma gestação saudável. Mas, se você planeja engravidar nesse período da sua vida, precisará ter uma atenção especial com a sua gestação, pois os riscos de complicações para a mãe e para o bebê aumentam com o avanço da idade

A fertilidade das mulheres começa a diminuir a partir dos 32 anos e cai mais rapidamente após os 37 anos. Uma das explicações é que, com o tempo, elas passam a produzir óvulos em menor quantidade e qualidade. Por isso, pode ser que demore um tempo maior para que você consiga engravidar. Na etapa seguinte, os desafios são outros. Mulheres com mais idade têm um risco maior de:

  • Problemas médicos durante a gravidez – como hipertensão e diabetes gestacional;
  • Aborto – sofrer um aborto espontâneo;
  • Parto prematuro – ter um parto prematuro;
  • Alterações genéticas no bebê – como síndrome de Down;
  • Problemas congênitos – ter um bebê com problemas congênitos, como cardiopatia.

Mas você pode agir para minimizar significativamente as suas chances de ter quaisquer problemas. Para isso, é importante seguir algumas recomendações antes e durante a gravidez.

 

Principais cuidados para a gravidez depois dos 35 anos

Faça um check-up antes de engravidar – converse com seu médico sobre sua saúde geral e sobre o que pode fazer para melhorar suas chances de ter uma gravidez saudável. Aproveite para informar-se sobre os testes genéticos que podem detectar anormalidades e outros problemas potencialmente graves com o feto. Esse também é o momento de esclarecer possíveis dúvidas e preocupações sobre sua fertilidade.

Faça os exames pré-natais – passar por todas as consultas pré-natais recomendadas é fundamental para que seu obstetra possa monitorar a sua saúde e a saúde do seu bebê.

Mantenha uma dieta saudável – durante a gravidez, você precisará de mais ácido fólico, cálcio, ferro, vitamina D e outros nutrientes essenciais. Peça orientações ao seu médico e pergunte se é necessário complementar a alimentação com suplementos de vitaminas.

Atenção ao peso – se você está acima do seu peso saudável, é recomendado emagrecer antes de tentar engravidar. Mas, durante a gestação, ganhar a quantidade certa de peso indicada pelo médico pode apoiar a saúde do seu bebê.

Pratique exercícios físicos – manter-se ativa durante a gravidez pode ajudá-la a aliviar ou mesmo prevenir desconforto, aumentar o seu nível de energia e melhorar a sua saúde geral. Mas não pratique-os sem antes pedir o aval do seu médico.

Evite substâncias prejudiciais – álcool, tabaco e drogas ilegais são altamente contraindicados durante a gravidez.

 

Conteúdo relacionado em Mulher Consciente

 

Referências