Exames de acompanhamento depois do tratamento de câncer de colo do útero
06/02/2017

Exames de acompanhamento depois do tratamento de câncer de colo do útero

Se você teve câncer de colo do útero, é importante saber que os cuidados médicos não acabam com o fim do tratamento. É preciso certificar-se de que a doença não voltou, acompanhando sempre com exames. O acompanhamento médico também ajuda a combater possíveis efeitos colaterais que ainda podem prejudicar a sua saúde. O câncer de […]

Se você teve câncer de colo do útero, é importante saber que os cuidados médicos não acabam com o fim do tratamento. É preciso certificar-se de que a doença não voltou, acompanhando sempre com exames. O acompanhamento médico também ajuda a combater possíveis efeitos colaterais que ainda podem prejudicar a sua saúde.

O câncer de colo do útero é o segundo com maior incidência nas mulheres brasileiras e o que gera o maior número de atendimentos no INCA (Instituto Nacional do Câncer). Além disso, o número de pacientes cada vez mais jovens tem aumentado no país. Alguns fatores podem estar contribuindo para o aumento de casos entre as mulheres mais novas:

  • Infecção por HPV (papiloma vírus);
  • Múltiplos parceiros sexuais;
  • Baixo nível socioeconômico;
  • Iniciação sexual precoce;

Frequência dos exames depois do tratamento do câncer de colo do útero

Depois de receber alta médica, é preciso manter uma rotina de exames que vão indicar se o organismo respondeu bem ao tratamento e se a doença não voltou. A frequência desses exames vai diminuindo com o passar do tempo: 

  • Primeiros dois anos – acompanhamento de três em três meses;
  • Entre três e cinco anos depois – exames a cada seis meses;
  • Depois de cinco anos – exames uma vez por ano.

Quais exames precisam ser feitos depois do tratamento do câncer de colo do útero?

Os exames vão depender de estágio em que a doença foi diagnosticada e do tratamento que a paciente recebeu. Mas, de uma forma geral, os exames que precisam ser feitos depois do fim do tratamento do câncer de colo do útero são os seguintes:

  • Exame físico geral – exame ginecológico, inclusive especular, com coleta de material para exame citopatológico, ou seja, um exame que pode detectar alterações nas células indicativas de uma possível doença;
  • Toques retal e vaginal;
  • Exames laboratoriais e de imagens – raio X de tórax, ultrassonografia pélvica abdominal, tomografia computadorizada abdominal e pélvica, de acordo com a indicação clínica.

De qualquer forma, sempre que tiver alguma dúvida, consulte o seu médico. Ele é a melhor pessoa para orientar você, ainda mais porque cada caso é um caso e os procedimentos indicados para uma pessoa podem não ser os mesmos que são indicados para outra que teve câncer de colo do útero.

 

Conteúdo relacionado no Mulher Consciente

 

Referências