Como é feito o congelamento de óvulos?
21/08/2017

Como é feito o congelamento de óvulos?

O tratamento contra o câncer pode afetar a fertilidade das mulheres. Mas, mesmo que isso aconteça, é possível você ter filhos com métodos de fertilização, desde que seja feito antes o congelamento dos seus óvulos. O procedimento também é uma alternativa se você tiver outros problemas específicos de saúde que não o câncer, tais como: […]

O tratamento contra o câncer pode afetar a fertilidade das mulheres. Mas, mesmo que isso aconteça, é possível você ter filhos com métodos de fertilização, desde que seja feito antes o congelamento dos seus óvulos.

O procedimento também é uma alternativa se você tiver outros problemas específicos de saúde que não o câncer, tais como:

  • Doenças imunológicas;
  • Doenças que ofereçam riscos à gestação;
  • Realização de outros tratamentos específicos que possam afetar a fertilidade.

 

Processo de congelamento de óvulos

Indução da ovulação – com medicamentos que estimulam o desenvolvimento e amadurecimento dos óvulos, é feita a indução da ovulação a partir do segundo ou terceiro dia da menstruação. Isso fará com que, no dia da coleta – que acontece a partir de nove ou dez dias após a medicação – haja muitos óvulos disponíveis.

Coleta de óvulos – é realizada com a paciente sedada por meio de aspiração a vácuo guiada por ultrassom. Geralmente, são coletados todos os óvulos que a paciente produziu e selecionados cerca de 15 deles. A quantidade que é congelada depende do número de óvulos saudáveis disponíveis em cada mulher.

Congelamento dos óvulos – o congelamento é feito com nitrogênio líquido e, assim, os óvulos estarão à disposição da paciente no futuro, quando ela quiser engravidar. Há dois métodos para congelar os óvulos:

  • Congelamento lento de óvulos – consiste em diminuir a temperatura gradualmente;
  • Congelamento rápido de óvulos – o método também é conhecido como vitrificação. O óvulo é submetido à baixa temperatura de uma vez. É o mais utilizado atualmente, pois evita formação de cristais e a recuperação do óvulo é maior.

Congelamento de embriões – o procedimento também pode ser feito com óvulos já fecundados. Neste caso, é necessário um doador dos espermatozoides para a fertilização dos óvulos em laboratório. Depois disso, eles são congelados da mesma maneira que os óvulos não fertilizados.

Todo o processo de congelamento de óvulos dura de 12 a 14 dias, em média, e não oferece grandes riscos para a saúde. Converse com o seu médico sobre a possibilidade caso você tenha algum problema de saúde ou vá ser submetida a um tratamento que possa afetar a sua fertilidade.

Conteúdo relacionado no site Mulher Consciente

 

Referências