A saúde da mulher e a importância do exame Papanicolau
24/08/2015

A saúde da mulher e a importância do exame Papanicolau

O Papanicolau é um exame que deve ser prioridade de todas as mulheres sexualmente ativas. Mulheres que já tiveram atividade sexual e têm entre 25 e 64 anos devem fazer o exame periodicamente. Mulheres grávidas também podem fazer o exame a não ser que tenham restrições médicas. O ideal é realizá-lo uma vez por ano.

Citologia ou Colpocitologia Oncótica, como também é chamado, o exame é simples e eficiente. É feita a coleta de material do colo do útero com uma “colher de raspagem”, o que é rápido e indolor, pode causar certo incomodo, porém é pouco.

O Papanicolau é um exame que deve ser prioridade de todas as mulheres sexualmente ativas. Mulheres que já tiveram atividade sexual e têm entre 25 e 64 anos devem fazer o exame periodicamente. Mulheres grávidas também podem fazer o exame a não ser que tenham restrições médicas. O ideal é realizá-lo uma vez por ano.

Quais doenças o exame Papanicolau pode diagnosticar?

  • Alterações causadas pelo HPV;
  • Câncer de colo de útero e lesões por ele causadas;
  • Infecções vaginais;
  • Inflamações vaginais;
  • Algumas DSTs (doenças sexualmente transmissíveis.)

O exame preventivo, como também é chamado, é imprescindível para o diagnóstico precoce do câncer de colo de útero e ter assim um tratamento com mais chances de sucesso. Pode também ajudar a prevenir o HPV porém, existem exames auxiliares na detecção desta doença.

Cuidados a serem tomados antes de fazer o exame Papanicolau

Nas 48 horas que antecedem o exame Papanicolau é importante seguir as seguintes orientações:

  • É importante que a mulher não esteja em seu período menstrual;
  • Não usar creme e/ou óvulo vaginal;
  • Não utilizar ducha na região e não fazer lavagem interna;
  • Não realizar exame ginecológico com toque, ultrassonografia transvaginal ou ressonância magnética da pelve;
  • Não manter relações sexuais, com ou sem uso de preservativos.

Como é feito o exame Papanicolau?

  • Observação ou exame externo para detecção de infecções;
  • Introdução de um aparelho (espéculo) para manter o canal vaginal aberto e observar o colo do útero;
  • Coletar o material com uma espátula ou cotonete diretamente do colo do útero, que serão analisadas em laboratório.

O cotonete é usado quando a mulher ainda é virgem e necessita ou quer fazer o exame, neste caso são usados materiais que preservem seu hímen.

Os resultados ficam prontos geralmente em 14 dias.

Conteúdo relacionado no site Mulher Consciente:

http://www.mulherconsciente.com.br/noticias/papanicolau-detecta-precocemente-cancer-de-colo-do-utero/

http://www.mulherconsciente.com.br/cancer-colo-de-utero/sobre-o-cancer/#deteccao

Referências:

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/dicas/237_papanicolau.html

http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/colo_utero/deteccao_precoce

http://www.ipatinga.mg.gov.br/mat_vis.aspx?cd=10305