A autoestima durante o tratamento de câncer de mama
17/10/2016

A autoestima durante o tratamento de câncer de mama

As mudanças físicas causadas pelo tratamento de câncer de mama podem ter um grande impacto na forma como você se sente a respeito de si mesma. É comum, para muitas mulheres, ficar menos autoconfiante e se preocupar sobre como os outros irão enxergá-la. Mas existem várias alternativas e truques que você pode seguir para lidar […]

As mudanças físicas causadas pelo tratamento de câncer de mama podem ter um grande impacto na forma como você se sente a respeito de si mesma. É comum, para muitas mulheres, ficar menos autoconfiante e se preocupar sobre como os outros irão enxergá-la. Mas existem várias alternativas e truques que você pode seguir para lidar melhor com as transformações na sua aparência e valorizar sua beleza.

A queda dos cabelos é um dos principais efeitos colaterais que a luta contra a doença traz. Mas isso não significa que a mulher deva se sentir menos bonita. Muitas, inclusive, optam por exibir a cabeça raspada como uma forma de se identificarem como sobrevivente do câncer de mama. Mas, para quem prefere cobrir a cabeça, há opções disponíveis para todos os gostos e estilos: perucas, chapéus, lenços, turbantes e outros acessórios.

Enquanto algumas mudanças físicas são a curto prazo, outras são permanentes, como é o caso da retirada de uma ou das duas mamas. Se isso faz com que você se sinta menos confiante, pode considerar a cirurgia de reconstrução de mama ou cirurgias que ajudam a melhorar a aparência de cicatrizes. Mas também há opções para quem prefere evitar uma nova operação, como as próteses que simulam a aparência e a sensação de uma mama natural e que podem ser usadas dentro do sutiã ou fixas ao corpo.

Dicas para melhorar sua autoestima

Se adaptar às mudanças físicas e no seu dia a dia pelo tratamento do câncer pode levar tempo, mas existem várias coisas que você pode fazer para melhorar a sua autoestima:

Conversar a respeito – falar sobre o que está sentindo com pessoas próximas em quem você confia ou que estão passando por uma experiência semelhante faz bem emocionalmente e pode ajudar a enxergar novas possibilidades.

Psicólogo – o acompanhamento de um psicólogo também pode ajudar você a lidar com as mudanças no seu corpo e na sua vida. Um bom ponto de partida é pedir orientações ao seu médico.

Pele – alguns tratamentos para o câncer de mama podem deixar a pele mais seca, oleosa ou sensível. Para cuidar da pele, use um hidratante corporal, limpe seu rosto diariamente evitando produtos que contenham álcool e proteja-se do sol.

Unhas – suas unhas também podem ficar mais frágeis, escamosas e até doloridas. Use cremes que as fortalecem. Mantenha as unhas no comprimento que você deseja usando somente a lixa; evite unhas postiças; use esmalte para esconder a descoloração e use sapatos confortáveis.

Maquiagem – ajuda a ressaltar sua beleza e a camuflar cicatrizes. Se você perdeu os pelos de sua sobrancelha, pode redesenhá-la com um lápis de sobrancelha ou sombra.

Roupas – Capriche no visual usando roupas que fazem você se sentir linda.

Peso – se você perdeu peso durante o tratamento, é importante consultar-se com um nutricionista, que pode indicar formas de adicionar calorias à sua alimentação para ajudá-la a ganhar peso novamente.

Exercícios – inclua exercicios fisicos na sua rotina, pois, segundo estudos, eles ajudam a melhorar a autoestima. Mas, antes de começar, veja com seu médico se você pode praticá-los.

 

Conteúdo relacionado no Mulher Consciente

Referências