Câncer de mama

Metastático

Existem vários tipos de câncer de mama e cada um pode ser tratado conforme a especificidade do tumor.

Em breve, o site Mulher Consciente lançará, em parceria com o Dr. Drauzio Varella, uma websérie com histórias de mulheres que conseguiram conhecer, tratar e superar o câncer de mama metastático.

Saiba mais sobre esta série assistindo ao nosso vídeo com Dr. Drauzio.

Câncer Metastático

Câncer de MamaO câncer na mama é o mais diagnosticado do mundo. No Brasil, de acordo com a estimativa do Instituto Nacional de Câncer (INCA), 57.120 novos casos de câncer de mama foram diagnosticados em 2014.

O tipo mais comum de câncer de mama é o carcinoma ductal, que surge a partir dos canais que levam o leite dos lóbulos da mama até o mamilo. Outro tipo comum de câncer de mama é o carcinoma lobular, que começa nos lóbulos (glândulas produtoras de leite) da mama.

Apesar dos avanços na detecção precoce do câncer de mama, uma fração de pacientes ainda é diagnosticada já com a doença metastática, o que significa que o tumor se alojou em outras partes do corpo, além da mama e dos linfonodos em torno dela.

O câncer metastático tem o mesmo nome e apresenta os mesmos tipos de células que o tumor original. Por exemplo: o câncer de mama que se espalha para o pulmão e lá forma um tumor, é um câncer de mama metastático, e não um câncer de pulmão.

Quando o câncer de mama é diagnosticado, são realizados testes para estudar as células que estão causando o problema. As decisões sobre o tratamento são baseadas nesses testes.

Tumor metastático é aquele que se espalhou a partir do lugar onde se iniciou para outro local do corpo. Um tumor formado por células cancerígenas metastáticas é denominado tumor metastático ou metástase. O processo pelo qual as células cancerígenas se espalham para outras partes do corpo é também chamado de metástase.

Referências:

1. Types of cancer – Breast. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Disponível em: http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/mama/cancer_mama. Acessado em Novembro 2014.

2. Definition of breast cancer. National Cancer Institute. Disponível em: http://www.cancer.gov/cancertopics/types/breast Acessado em Novembro 2014.

3. Metastatic cancer. National Cancer Institute. Disponível em: http://www.cancer.gov/cancertopics/factsheet/Sites-Types/metastatic. Acessado em Novembro 2014.

4. Patient information: Breast cancer guide to diagnosis and treatment (Beyond the Basics). Disponível em: www.uptodate.com. Acessado em Novembro 2014.

5. Entenda o que é Cancer de Mama. Disponivel em: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/entenda-o-que-e-cancer-metastatico/3186/357/. Acessado em 23/03/2015.

Tratamento

Existem várias opções de tratamento do câncer de mama. A escolha de cada medicamento depende do tipo de tumor, bem como do estágio da doença. Quando a doença é metastática, as características do tumor são as que determinam se o tratamento é quimioterápico, hormonioterápico, se contém ou não terapia anti-HER-2

Referências:

1-Tratamento Quimioterápico do Câncer de Mama. Disponível em:

http://www.oncoguia.org.br/conteudo/tratamento-quimioterapico-do-cancer-de- mama/1405/265/. Acessado em 23/03/2015.

Tipos de Câncer de Mama Metastático

Existem vários tipos de câncer de mama e cada um pode ser tratado conforme a especificidade do tumor.

Para isso, são feitos testes moleculares, que são fundamentais para escolher a melhor terapia contra o câncer de mama.

Referências:

1. Breast cancer: diagnosis. Disponível em: http://www.cancer.net/cancer-types/breast-cancer/diagnosis. Acessado em Novembro 2014.

  • Tumores HER2+ RH+ ou RH-
  • Tumores RH+/HER2-
  • Tumores RH- / HER2- ou Tumores triplo negativos

Cerca de 20% das pessoas com diagnóstico de câncer de mama metastático, apresentam o fator HER2 + na superfície das células. O gene HER2 instrui as células para produzir esta proteína. Os tumores com aumento dos níveis de HER2 são referidos como HER2-positivo.

Os tumores HER2 + podem ou não apresentar receptores dos hormônios estrógeno e progesterona (RH) na superfície das células tumorais.

Referências:

1-Classificando o Cancer de Mama. Disponével em: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/classificando-o-cancer-de-mama/6572/264/. Acessado em 23/03/2015.

Os receptores hormonais são proteínas especializadas, presentes em células da mama, que ao se ligarem aos hormônios correspondentes desencadeiam uma série de eventos, como multiplicação celular e, consequentemente, o crescimento do tumor.

Cerca de dois terços dos carcinomas de mama apresentam expressão de receptores de estrogênio (RE) ou de receptor de progesterona (RP). A presença de ambos os receptores indica que a célula tumoral funciona de forma mais parecida com célula não tumoral, o que significa que estes tumores são menos agressivos para o organismo.

Referências:

Receptores Hormonais. Disponível em: http://www.sbmastologia.com.br/cancer-de-mama/tipos-cancer-de-mama/receptores-hormonais-17.htm. Acessado em 23/03/2015

Em alguns casos, o tumor não apresenta nenhum dos dois fatores: nem o receptor hormonal e nem o gene HER2 (Human Epidermal growth factor Receptor 2). Ele tende a apresentar um comportamento mais agressivo que os outros tipos de tumores, como crescimento do tumor e aparecimento de metástases em menor espaço de tempo.

Referências:

Patient information: Breast cancer guide to diagnosis and treatment (Beyond the Basics). Disponível em: www.uptodate.com. Acessado em Novembro 2014.

Câncer de Mama Avançado. Oncoguia. Disponível em: http://www.oncoguia.org.br/conteudo/rh+—her2+/6589/809/. Acessado em março de 2015.

Triple Negative Breast Cancer. Disponível em: http://www.nationalbreastcancer.org/triple-negative-breast-cancer. Acessado em Novembro 2014.

Patient information: Epidemiology, risk factors and the clinical approach to ER/PR negative, HER2-negative (Triple-negative) breast cancer. Disponível em: www.uptodate.com. Acessado em Novembro 2014.

Testes Diagnósticos

Os principais testes realizados no diagnóstico do câncer de mama metastático incluem:

Teste para receptores de estrógeno e progesterona:

Mais da metade dos cânceres de mama necessitam do hormônio feminino estrógeno para crescer, enquanto outros tumores podem crescer independentemente do estrógeno. Os tumores dependentes de estrógeno produzem proteínas chamadas de receptores hormonais, que podem ser receptores de estrógeno, de progesterona ou ambos.

Quando receptores hormonais estão presentes no câncer de mama, a paciente pode se beneficiar de tratamentos que diminuam os níveis de estrógeno ou bloqueiem sua ação.

Teste para o receptor de fator de crescimento epidérmico tipo 2 (HER2)

HER2 (Human Epidermal growth factor Receptor 2) é uma proteína presente em cerca de 20% dos tumores da mama. A presença de HER2 no câncer de mama identifica pacientes que podem se beneficiar de tratamentos direcionados contra a proteína HER2. Medicamentos que tem como alvo a proteína HER2 incluem trastuzumabe, lapatinibe, pertuzumabe e trastuzumabe entansina.

Ki67

O Ki67 indica o quão rápido uma célula cancerosa se divide em duas células, ou seja, indica a velocidade de multiplicação da célula cancerosa.

Referências:

1. A snapshot of breast câncer. National Cancer Institute Disponível em: http://www.cancer.gov/researchandfunding/snapshots/breast. Acessado em Novembro 2014.

2. Breast cancer: diagnosis. Disponível em: http://www.cancer.net/cancer-types/breast-cancer/diagnosis. Acessado em Novembro 2014.